sábado, 9 de agosto de 2014

E O SÃO-CARLENSE VICENTE CARUSO CRIOU A PIN-UP PAULISTA...

 


[





































  
(1912-1986) - Pouquíssimas pessoas no Brasil conhecem ou pelo menos ouviram falar de Vicente Caruso. Menos ainda são capazes de saber quem ele foi e o que fez de relevante em seus 74 anos de vida. No entanto, centenas de milhares, milhões talvez de brasileiros fazem questão de exibir nas paredes de suas casas uma figura de Cristo, reprodução de um famoso quadro pintado por ele. Por que isso acontece? Por que a maior parte das pessoas que adquiriam a pintura por achá-la bonita não se preocupava em olhar a assinatura e saber o nome do autor. Em muitos casos, inclusive, não aparecem a assinatura e o nome do autor, graças à ação de espertalhões, que em atos de autêntica pirataria, imprimem a gravura sem autorização dos herdeiros e ainda cometem a ousadia de, em flagrante desrespeito à memória do artista, apagar o seu nome.

Além do Cristo, que foi reproduzido em gravuras que estão espalhadas por todo o Brasil, pintou centenas de outros que foram adquiridos pelos apreciadores do seu trabalho.

Se Vicente Caruso tivesse pintado apenas o Cristo em toda a sua vida, já teria méritos suficientes para ser admirado, mesmo depois de 20 anos da sua morte. Sua obra artística, no entanto, é muito mais ampla e apresenta e se materializa em diversos outros motivos: natureza morta, paisagens, figuras. E acima de tudo os seus nus.

Ninguém, como ele, soube transportar para a tela a beleza da mulher brasileira, o frescor da sua pele e aquele algo mais que poucas mulheres no mundo conseguem mostrar. E não fica nisso.

E os calendários que ele pintou, como as feitas todos os anos para a indústria de pneus GoodYear , especialmente a comemorativa do quarto centenário da fundação de São Paulo, em 1954? Até hoje são guardadas com carinho por muita gente. E muitas outras. Incluindo as que desvendavam os naturais encantos da índia brasileira.

Enfim, uma obra imortal, a que nos foi legada por Vicente Caruso.

_______________________________

A edição de domingo (10 de Agosto) do jornal Folha de S.Paulo traz uma matéria bastante ilustrativa de Regiane Teixeira sobre as pin-ups brasileiras - intitulada: "CONHEÇA O ARTISTA QUE ADAPTOU AS PIN-UPS AMERICANAS AO UNIVERSO BRASILEIRO" - clique aqui.
_______________________________




Nenhum comentário:

Postar um comentário